skip to Main Content

5 Canais de Vendas para Aumentar as Vendas do seu E-Commerce

5 Canais De Vendas Para Aumentar As Vendas Do Seu E-Commerce

A disputa por clientes entre as lojas virtuais é grande, assim como em lojas físicas. Em ambos os espaços é preciso utilizar estratégias que aumentem a divulgação e a rentabilidade. Para quem tem e-commerce uma das maneiras de atingir esses objetivos é por meio dos canais de vendas.

Além da venda direta realizada no e-commerce, onde o consumidor entra diretamente na loja virtual e escolhe o produto, há outros canais de vendas que podem ser explorados. O CEO e sócio da Trezo, Armando Leite Júnior, explica que é preciso levar em conta outros locais para anunciar os produtos e se tornar uma marca forte. “Muitas vezes o empresário ou empreendedor se apega a ideia da loja online própria e esquece que essa mesma loja pode ser vista de mais formas”, afirma.

Armando destaca 5 canais de vendas que são simples de usar, com um investimento acessível e retorno vantajoso. São eles: marketplace, sites comparadores de preço e recuperadores de carrinhos abandonados, redes sociais e e-mail marketing. Abaixo, o CEO explica sobre cada canal.

Marketplace (MP)

O marketplace, de forma bem simples, é um portal que abriga diversas lojas virtuais. É um dos canais de vendas para os vendedores exporem os produtos, como se fosse uma grande vitrine onde os clientes encontram produtos de diversos vendedores no mesmo catálogo com a vantagem de poder fechar a compra em um carrinho único.

Para se destacar na concorrência, a base de tudo é proporcionar uma boa experiência para o consumidor. Para isso, algumas ações são essências, além do preço competitivo, possibilidade de parcelamento e boas condições de frete. Entre elas estão: imagens de qualidade dos produtos, descrições ricas em detalhes e permitir fazer e visualizar avaliações, sejam elas positivas ou negativas, pois traz mais segurança aos consumidores.

Entre os maiores marketplaces estão a Americanas, Mercado Livre, Submarino, Walmart.com, entre outros.

Sites comparadores de preço

E se você pudesse visualizar e comparar o preço do produto procurado num mesmo local? É isso que os sites comparadores de preço fazem. São sites que pesquisam e mostram o preço do item desejado de diferentes lojas online. É bom para o dono do e-commerce, que tem a oportunidade de que seu produto seja visto junto com os da concorrência e aumenta as chances de conquistar mais clientes. E é bom para o consumidor, pois é rápido e prático.

Entre os comparadores de preço mais conhecidos estão Buscapé, Google Shopping, Zoom e Bondfaro.

Recuperadores de carrinhos abandonados

Uma pesquisa apontou que em 2015, a média de abandono de carrinhos em lojas virtuais chegou a 83,73% no Brasil. As principais causas apontadas são as elevadas taxas de frete e o prazo para entrega dos produtos. Por isso, o assunto merece atenção.

Uma maneira de não perder a venda é recuperação do carrinho que foi abandonado. Se o cliente chegou a colocar o produto no carrinho quer dizer que ele tem sim interesse naquele item e pode voltar ao site. Sendo assim, é necessário lembrar o consumidor dos produtos que ele teve interesse e até mesmo oferecer alguma vantagem, como um desconto, para que de fato ele efetue a compra. Para isso, uma ferramenta de gestão para a recuperação do carrinho deve ser aplicada ao e-commerce.

Redes sociais e fóruns

Há muito tempo que as redes sociais fazem parte da rotina das pessoas no mundo todo e por isso são excelentes vitrines para ajudar a divulgar os produtos. É preciso levar em conta o tipo de produto para cada rede, pois elas atendem públicos diferentes.

As redes sociais possibilitam divulgar o produto e assim gerar mais conversões. Lembre-se de que são importantes boas fotos e descrições dos produtos, além de ficar atento e responder aos comentários. Entre as redes sociais mais usadas estão: Youtube, Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram.

Se o seu e-commerce não tem uma página no Facebook, por exemplo, aproveite para criar uma. Outra dica é participar de grupos, fóruns ou listas específicas. A segmentação do conteúdo de acordo com o público é importantíssima. Não ainda publicar sobre artigos para carros em um grupo que discute sobre saúde feminina. Ofereça informações e respostas de qualidade aos participantes e crie uma relação de confiança.

E-mail marketing

O e-mail marketing é um ótimo canal de vendas e comunicação e extremamente eficiente, mas, para isso, é preciso definir uma estratégia. Novamente a segmentação deve fazer parte da estratégia para atingir os resultados desejados. Lembre-se de oferecer conteúdos úteis, além dos produtos comercializados por sua loja online.

Vale lembrar que é sempre importante contar com o auxílio de profissionais especializados no segmento e que, preferencialmente, tenham alguma indicação.  Algumas atividades, como as redes sociais são mais simples, porém outras exigem mais conhecimento e a orientação de um profissional é bem-vinda.

Grupo E-Commerce Brasil

Grupo E-Commerce Brasil. Amplie, aprofunde e compartilhe conhecimentos sobre melhores práticas, recursos, soluções, técnicas E-Commerce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Inscreva seu endereço de email abaixo e receba as últimas notícias do mercado e-commerce, novidades, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado. Você se inscreveu com sucesso!

Back To Top